O CHAMADO

2
2min de leitura

O inicial

Caminho pela alameda que cruza o parque, um parque de aspecto bem europeu, com gramados e árvores. Não vejo ninguém ao redor. Mais adiante, ao lado esquerdo da alameda, que segue suavemente sinuosa entre os gramados, está parada, numa imobilidade perfeita, uma pantera negra. Olha diretamente para mim e parece me aguardar. Apesar de não haver nela o menor tom de agressividade, aliás nem mesmo um tom animal, ela parece uma entidade em forma de pantera, sinto medo. Então passo reto. Continuo seguindo e então, pouco mais a frente está uma árvore frondosa que se inclina sobre a alameda. Aliás agora tenho dúvida se não teria sido isso a aparecer primeiro. Teria que conferir os meus registros, que são de antes de 2000, acho. Mas num dos galhos dessa árvore, o galho que mais avança sobre a alameda, está reclinada outra pantera negra. Dessa vez não tenho como me esquivar. Aqui não lembro direito, vou procurar esses registros, pois algo assim merece que se perca tempo com isso. Mas acho que eu sigo a pantera para o interior da parte lateral do parque, preenchida por árvores. A pantera me conduz para uma árvore em especial, dessas árvores milenárias que tem o tronco da largura de um edifício quase, e então eu e ela entramos dentro desse tronco de árvore. Assim como em Alice no País das Maravilhas, dentro do tronco da árvore há um reino à parte. Aqui também me veio dúvida se eu entro dentro do tronco ou só sou levada até a árvore, pois a visão que tenho diante de mim é de uma árvore. Uma árvore milenar, com galhos poderosos e em todos esses galhos estão sentadas panteras negras. Há uma assembléia de panteras negras ali e claramente estão a minha espera. Então meu medo passa. Claramente são muito mais do que simples animais. São seres místicos e por elas fui convocada. Sou tomada por algo. Acho que me ajoelho. Aqui estou. Aqui estou. A vós me entrego. À vós pertenço.

O CHAMADO

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

árvore chamado lado esquerdo pantera pantera negra parque quest