THE SOUL TELEVISION

Carne humana

The Soul Television


CARNE HUMANA

As mulheres da minha família são, ou vieram a se tornar, comedoras de carne humana.

Fazem pressão no sentido de que eu também seja.

Fica  vago que espécie de pressão seria. Não chegam  ao ponto de me ameaçar, mas não me parece boa idéia me indispor com pessoas que comem carne humana. Se essas pessoas, mesmo que da minha família, passarem a me ver como inimiga, não sei do que não seriam capazes. 

Então me submeto.

Vigiam inclusive a quantidade que como.

Ficam perguntando se comi tudo, se comi tudo, como se eu fosse criança.

Chego até a mostrar o prato dizendo:

"-Olha só,comi bastante."

De fato não sobrou quase nada do que antes provavelmente foi uma mulher. 

Tem isso de que só comemos mulheres, pelo menos tenho essa impressão.

No começo essa não era a questão mais importante da minha vida, mas agora cada vez mais me deixa mal.

Estou preparando os restos para serem desovados. Faz parte.

Cada uma de nós é responsável por juntar as respectivas sobras num saco de lixo preto que será lançado em local seguro para não ser descoberto.

A amarração dos sacos é feita com esse araminho de fechar embalagem de pão.

Me dou conta de que não estou dando nós apertados que dificultariam ao máximo a abertura do saco e sim laços quase com cara de laço de presente.

Então é isso. Estou querendo ser descoberta.

Não contesto o comando da carne da minha carne sobre minha própria carne.

Estou acovardada a não ser por essa pequena parte clandestina em mim que busca sabotar o esquema todo tentando fazer com que alguém abra o saco.

Não me sinto no direito. Por mais que canibalismo seja errado, essa distração dissimulada me parece indigna, uma atitude baixa, sorrateira, traiçoeira.

Porisso luto para controlar a parte dissidente.

No que completo o laço, me forço a dar dois fortes nós em cima.

Mas mesmo isso está difícil. Minha mão não me obedece, apenas finge que está dando os nós, mas posso ver que não está.

Continua um belo laço convidativo, praticamente pedindo para ser aberto, praticamente dizendo: 

Abra-me. Abra-me. Abra-me.

The Soul Television
The Soul Television
The Soul Television
The Soul Television
The Soul Television
The Soul Television