THE SOUL TELEVISION

A preferida

he Soul Television


A PREFERIDA

No navio estamos relativamente seguros e não acontecem coisas tenebrosas.

Um rapaz pequeno é, junto com alguns amigos, o empresário de entretenimentos do navio. 

Eu o vejo sempre, ndo de lá para cá, com seu jeitinho sério, ligeiramente agressivo. 

É desses com pouco senso de humor que são seguros de si muito além do justificado.

Ninguém o chamaria de chato se bem que essa palavra me ocorra porque ele é um tipo que parece nunca achar graça em nada, sempre falando num tom meio invocado, sempre me tratando como se eu fosse uma pilantra. 

Mas são relações profissionais, é preciso fazer concessões, inclusive porque esse empresário, em acordo com os amigos, acaba de me convidar para cantar no show da boate do navio.

Nunca tive minha grande chance como cantora, sempre fui levando, talvez à espera de que a vida me definisse como outra coisa. Mas eis que me aparece essa oportunidade que com certeza irá me projetar. Meu preparo está longe ser ideal, mas mesmo assim fui preferida. Já haviam tratado com um outro cantor que conheço bem de vista e por quem não tenho simpatia nem antipatia.Tem uma consistência flácida, o rosto sempre conformado as roupas que usa são sempre tortas, como se nunca tivessem sido novas.

Não foi uma atitude muito ética do pequeno empresário dispensá-lo assim depois de tudo acertado, mas essa parece ser a única capacidade desse cantor: ceder seu lugar a alguém, mesmo que seja alguém como eu, ue talvez só ofereça a vantagem de ficar melhor no palco por ser uma mulher.

É desses com pouco senso de humor que são seguros de si muito além do justificado.

Talvez devesse estar ensaiando para essa apresentação, mas não estou fazendo nada.

O preparo que tenho é o que tenho, não será um esforço de última hora que vai torná-lo ideal.

E se foi considerado suficiente para que eu fosse preferida é de esperar que seja suficiente para fazer com que eu me saia bem.

Só que à medida que o dia da estréia se aproxima fico à espera de que o pequeno empresário venha acertar os detalhes finais comigo mas ele nunca vem. 

Agora, praticamente nas vésperas, achei melhor dar um jeito de estar sempre perto dele.

 E noto uma estranha ocorrência: onde ele está vejo junto o cantor dispensado. Ele está em toda parte,participa de todas as reuniões. Uma vez até o encontro sentado no bar junto do pequeno empresário e o cliente que o patrocina. Isso não é muito usual mas estou tranqüila. A substituição dele foi tão injusta decerto querem remediar a situação deixando que fique por lá com seu ar molenga e sua falta de jeito. 

Que mal pode fazer? Afinal, não fui comunicada de nada que contradiga que serei eu a cantar. 

Só quando o vejo ensaiando com a banda sem nem se dar ao trabalho de trocar a camisa cáqui desbeiçada, começo a desconfiar que talvez algo esteja errado. 

Realmente, na noite da apresentação, falo no telefone com o empresário baixinho sem lembrar direito quem ligou para quem.

Como se não fosse nada de mais, ele me comunica que decidiram colocar de volta o cantor dispensado.

A essa altura já esperava por isso e me mantenho firme. Digo que ele está voltando atrás no combinado comigo e isso é errado. Que eu não dei razão nenhuma para isso. 

Ele não é alguém que se importe com razões ,faz o que quer mesmo não tendo razão nenhuma e me diz: 

“Ah,você tem cara de chata.”

Eu respondo sem hesitar um segundo: 

“Se tenho, você já sabia disso. Já tinha me visto muitas vezes não era nada que não soubesse.”

Isso o atinge um pouco por quê apesar de fazer o que lhe dá na telha, gosta de ser visto como um empresário íntegro e confiável. Então começa a responder algo meio atrapalhado mas somos interrompidos por um enorme barulho ao redor.

Não ouço o que ele fala, ele não escuta o que respondo, mas isso não importa a conversa já deixou de fazer sentido. 

Pois o que mais lastimo nem é a perda da apresentação nem da minha possível grande chance mas de algo mais raro e mais extraordinário: a perda da preferência que, por um curto espaço de tempo, recaiu sobre minha pessoa.

The Soul Television
The Soul Television
The Soul Television
The Soul Television